terça-feira, 7 de março de 2017

TRABALHO DE PARTO 25/03/2017



Neste encontro do Gesta Indaial, falaremos sobre o Trabalho de Parto!

Muitas gestantes tem dúvidas sobre este momento, como saber se meu trabalho de parto realmente começou? 

Quais são os sinais do início do trabalho de parto? 
Minha bolsa rompeu e agora?
Perdi meu tampão mucoso, o que é isso?
Começaram as minhas contrações, estão ritmadas? 

Um trabalho de parto pode durar horas, talvez dias e também pode ser rápido, isto depende muito de mulher para mulher! Para não chegar cedo na maternidade e passar por estresse e intervenções desnecessárias no hospital, a gestante e o parceiro devem ficar atentos aos sinais durante o trabalho de parto, podendo relaxar uma boa parte do tempo no conforto de sua casa. 

Vem para a nossa roda de conversa! 
Maridos, crianças, amigas, tias, avós são sempre bem-vindos.
Os encontros são gratuitos. 

Dia: 25/03/2017
Hora: 15hrs
Local: Espaço Celeste

Contato: 99651-1105







terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

TIPOS DE PARTO

2017 Começou com tudo!

Registros do encontro de hoje...Falamos sobre os tipos de partos, assistimos vídeos e conversamos a respeito de cada tipo de parto.
Roda de conversa maravilhosa, cheia de informação e troca de experiências! 
Aos que participaram pela primeira vez, sejam bem-vindos e sintam-se a vontade para vir sempre! 
Aos da casa, gratidão pelo apoio e participação! 
Informação é tudo!






Para quem não esteve presente no encontro de sábado do Gesta, segue os links dos vídeos, usados como exemplo para discussão, sobre os tipos de parto.
Parto Humanizado Hospitalar: https://www.youtube.com/watch?v=1V7BkNR3QZ0
Parto Humanizado na Banheira: https://www.youtube.com/watch?v=_A8LXDsvYko

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PRIMEIRO ENCONTRO DE 2017

Nosso primeiro encontro de 2017 falaremos sobre os tipos de parto !
Durante a gestação a mulher tem algumas coisas para pensar e escolher, uma delas é tipo de parto, se será um parto normal, parto humanizado, ou parto cirúrgico (cesárea), por isso é necessário ter um suporte de informações, mostrando as vantagens e desvantagens de cada tipo de parto, assim a mulher pode escolher de forma consciente como será o seu parto! 
Parto na banheira? em casa ou no hospital? 
Parto de cócoras? no banquinho? 
Cesariana? agendada? por qual motivo? 

Venha participar, trocar experiências e tirar sua dúvidas! 
É gratuito! Maridos, amigas, tias, avós e crianças são bem-vindas! 

Data: 04/02/2017
Hora: 15:00 hrs
Local: Espaço Celeste
Contato: (47) 99651-1105

Obs: Entre na nossa página do facebook e confirme sua presença neste maravilhoso encontro! 


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016



O GESTA INDAIAL DESEJA PARA TODOS UM MARAVILHOSO FINAL DE ANO, RECHEADO DE ALEGRIAS E AMOR !!!

Até 2017 com novas energias nos encontros do Gesta Indaial.


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

RELATOS DE PARTO

Registro do último encontro de 2016 do Gesta Indaial! 
Foi simplesmente lindo ouvir cada relato de parto, mulheres fortes, empoderadas e maravilhosas! Gratidão por toda a troca de experiência. 

Grande abraço e nos vemos em 2017 !!!



sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Último encontro de 2016 !

Nosso último encontro do ano vai ser lindo e cheio de ocitocina!

Mulheres que já passaram pela vivência do parto irão contar como foi esse momento único e especial. Essa troca de experiências entre gestantes e mães é super legal e importante.
Já pariu? Vem contar essa experiência para a gente!
Não pariu ainda? Vem ouvir mulheres que já pariram!
Já pariu? Vem contar essa experiência para a gente!Não pariu ainda? Vem ouvir mulheres que já pariram!
Vem papear, Vem conhecer, Vem se informar!

Os encontros são gratuitos e todos são bem-vindos. 


Quando? 26/11/2016 (último sábado do mês de novembro)
Hora? 15:00 horas
Onde? Espaço Celeste (Av. Pioneiros,85. Centro de Indaial).
Fone para contato: 9651-1105.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Relato de Parto Ana Carolina da sua princesa Pietra.

A Ana Carolina participou dos encontros do Gesta e quer dividir com a gente a sua experiência no parto de sua filhinha Pietra. Meu nome é Ana Carolina da Veiga tenho 19 anos e aos meus 18 anos engravidei. Bom, pelo que o médico dizia eu não teria filhos, pois eu tenho hipertireoidismo e estava totalmente desregulada o que fazia eu não produzir óvulos, sai do consultório chocada, como toda mulher eu queria ser mãe... Chorei muito, pois pensava que nunca teria filhos, pois bem, o médico errou e em um mês inesperadamente estava grávida! Desde então eu sempre confiei em Deus. A minha gestação foi um tanto quanto complicada, tive muitos enjoos passava muito mal, mais o importante é que o bebezinho estava crescendo saudável. Desde o começo tive certeza que seria uma menina, e aos cinco meses descobri que era mesmo uma menina! Foi uma alegria imensa... Eu participei do Gesta para ter um acompanhamento a mais sobre gestação, amamentação etc. Era tudo muito novo pra mim, e a cada dia que passava a ansiedade aumentava, eu lia muito sobre parto, pois como toda mulher tinha um fundinho de medo pensava “meu Deus como vai ser o parto?” Tive uma intuição de mãe, que minha filha nasceria no dia 6/5/2016, e o tempo foi passando, e recebi muito apoio da minha família e amigos todos me encorajando e dizendo que eu era forte. Então o dia 6 chegou e eu me olhei no espelho e disse é hoje que você vem filha, fiz a faxina da casa e deixei tudo preparado para a vinda da Pietra Louise que significa: Pietra = pedra, forte, Louise= guerreira, lutadora. Então, as 18h fui tomar banho e me arrumar pois eu sabia que minha filha estava prestes a vir, e quando fui me agachar para secar o cabelo perdi um pouco de liquido e pensei que a bolsa havia estourado. Foi uma alegria enorme fiquei tão feliz pois eu sabia que a Pietra logo estaria comigo! Dancei, sorri e minha família toda do meu lado, todos ansiosos... Lá pelas 22h comecei a sentir um pouco de cólica, então fui me deitar, pois sabia que eu precisava estar descansada para o parto, mas fiquei deitada contando os minutos. As 2h30 levantei, tomei um banho e comecei a caminhar em casa com a companhia da minha irmã que estava me apoiando nesse momento. As 3h partimos para o hospital fui examinada e a enfermeira disse que a bolsa não havia rompido, mas fiquei lá em observação. Às 5 horas as dores começaram a ficar mais intensas... Juntamente com a tensão e as dúvidas, “será que eu vou conseguir?”. Então continuei a caminhar pelo hospital e a pensar positivo... “Vou conseguir eu sou forte!” Às 7 horas da manhã fui examinada, estava com quatro centímetros de dilatação, pensei “eu vou conseguir já está quase na metade”... Então fui para o chuveiro e minha irmã foi fazer minha internação, mas quando ela voltou minha bolsa já havia rompido e com ela as contrações ficaram cada vez mais fortes! Chorei, chorei novamente e por um momento pensei “para tudo não quero mais, não vou aguentar mais”. Minha força vinha do Senhor, Ele sabia o quanto eu sonhava com o parto normal, com essa ligação e o primeiro contato com a minha filha... Então mais uma vez fui examinada e o enfermeiro falou “corre para a outra sala, está nascendo!” minha irmã não acreditou e disse “já?” Nossa que alegria, enfim a Pietra estava vindo e então as 8 horas ela nasceu! Foram muitas emoções, não acreditava ela estava em meus braços eu consegui! Ela estava juntinho de mim e ouvir seu primeiro choro nossa...! E naquele exato momento nasceu um amor inexplicável!